sábado, 29 de janeiro de 2011

Vende-se Veias.

Eu pedi ajuda ao @Will__Martins estudante de Ondontologia do 6º período da UEPG Universidade Estadual de Ponta Grossa para escrever esse texto. Mas ele me enrrolou, enrrolou... e não me arrumou material nenhum. Então, essa postagem sai apenas com o material que consegui fotografar numa feira de artefatos Odontológicos na minha Universidade (UNIFENAS-Alfenas-MG).

Uma feira como essas acontece no início do ano, quando estudantes de Odonto precisam montar sua maletinha de apetrechos. “O curso de Odontologia sai caro”, disse William, que estima um gasto de 12 mil reais extra-mensalidade com materiais necessários para cursar disciplinas práticas durante todo o curso.

A feira é iniciativa de uma loja de produtos odontológicos da cidade de Alfenas-MG que faz um acordo com a Universidade. A loja sai na frente de outras quando leva seus produtos ao consumidor/aluno em seus intervalos entre aulas nos corredores.

As mesas de exposição dos objetos eram bem atrativas. As ferramentas utilizadas são muito coloridas e a variedade de brocas para o temido “motorzinho” causa surpresa. No meio de tudo, duas coisas me chamaram mais a atenção. A boca cheia de buracos e os ingredientes para fazer gengiva de dentadura.

Um estudante de Odontologia compra uma arcada dentária com 32 dentes problemáticos. Cada dente tem um problema diferente, uma cárie em local diferente. A proposta da peça é fornecer ao estudante um produto que imite a dureza do dente de verdade. Na peça se treina diversas possibilidades de restauração. No final do curso de Dentística Operatória, dentes perfeitos deverão ser apresentados. A dentadura é guardada pelo estudante como objeto de decoração. No futuro, as arcadas vão parar de enfeite na mesa do consultório do profissional. Às vezes são até usadas para ensinar crianças a escovarem os dentes direitinho.

Um pouco menos chamativo que a arcada dentária - mas, talvez, até mais interessante - um kit de resinas promete confeccionar a mais perfeita gengiva para a sua dentadura! A prótese deve imitar exatamente a cor natural da gengiva do paciente. Mas essa cor não está pronta. Existem seis frascos diferentes de resina com tons variados de rosa. Misturando esses tons, obtem-se a cor da gengiva da dentadura.

Além das resinas, o kit vem com dois potinhos de VEIAS! Isso mesmo: veias ou condutos de sangue. Um potinho é de veias roxas e outro potinho de veias vermelhas. Claro que não são veias de verdade meus leitores! Mas imitações sintéticas inteligentes de material ultramegapower avançado tecnologicamente. Se a pessoa tem a gengiva mais escura, veias roxas são mais utilizadas. Para uma gengiva mais vermelhinha, usam-se as veias do outro potinho. É lindo! Fazer gengiva de dentadura é mais ou menos como brincar de massinha no primário.

"Sistema Tomaz Gomes de Caracterização" é o nome do Kit. Nome pomposo. Eu também achei.

5 comentários:

.ailton. disse...

taí uma coisa q eu acho q me daria bem: protético. eheh

quanto custa um kit desses?

Daniel Bessa disse...

Cai de para quedas no seu blog, mto divertido ele!
Continue escrevendo!!

Bjos

@danielbessa

Salete Inêz disse...

Sabe Mari, estas "veinhas" já existem a muito tempo, quando eu fiz o curso de protese odontologica já existia e o resultado quando pronto é bem bacana, dá um ar de "natural" na peça, muito legal, saudades, volte a escrever mais por aqui...

Mariana Martins. disse...

Ailton, não sei o preço do kit não. Mas uma massinha escolar é R$3,90. Vem 6 cores ;)

Salete, você traz um comentário profissional que acrescenta muito a esse texto. Obrigada pelo apoio de sempre! :)

Mariana disse...

Todos os anos eu compro novas coisas porque quero ter o ultimo em dentistica para meus pacientes, porque tanto eu como eles esperam o melhor atendimento.